Gravidez na Adolescência

Espaço Mulher

Gravidez na Adolescência

FILHA COMO FAREMOS AGORA?

A notícia que a filha adolescente iniciou um namoro geralmente é um momento tenso para a família. É inevitável aquele pensamento dos pais: “o que faremos agora para prevenir uma gravidez fora de hora?”

Não é para menos, um em cada cinco bebês que nascem no Brasil é filho de mãe adolescente, de todas as classes sociais e níveis de escolaridade.

É neste momento que o ginecologista entra com o papel fundamental de aconselhamento reprodutivo. Ele analisará o perfil da paciente e indicará o melhor método anticoncepcional. Dentre estes, um se encontra hoje em destaque: os LARCs.

Os Contraceptivos Reversíveis de Longa Duração (LARCs – sigla em inglês) são definidos como métodos contraceptivos de duração de três a 10 anos, representados pelos dispositivos intrauterinos (DIU de cobre ou DIU com hormônio) e pelo implante contraceptivo subdérmico.

Atualmente são considerados os métodos de primeira escolha para as adolescentes, tanto pela sociedade de pediatria quanto pela de ginecologia, devido a sua alta eficácia. A explicação é fácil: após implantado, não depende que elas usem corretamente para que funcione. Por isso, ganharam um apelido carinhoso de “pegue-o e esqueça-o”. Não é sem propósito que, em países desenvolvidos, são os mais utilizados.

Para os pais, saber que a sua filha usa um método eficaz, com poucos efeitos colaterais e de longa duração, parece bastante tranquilizador.

Procure o seu ginecologista de confiança e converse sobre o assunto.

 

 

 

 

 

 

 

 

Dra. Karim Barbieri
Ginecologista e Obstetra
CRM: 92283

DKT Saúde da Mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *